fbpx

Autarquia viabiliza proposta de integração na Associação dos Municípios da Serra d’Arga

A confluência de interesses pela preservação da Serra d’Arga, através de uma efetiva conjugação de conhecimentos e recursos para a implementação de uma dinâmica comum, levou os municípios de Vila Nova de Cerveira, Caminha, Ponte de Lima e Viana do Castelo a avançar com a constituição da Associação dos Municípios da Serra d’Arga. Prioridade passa pela criação de uma Área Protegida de Interesse Regional que dê continuidade ao projeto intermunicipal “Da Serra d’Arga à Foz do Âncora”. Autarquia cerveirense já deu luz verde na reunião de executivo, da passada sexta-feira, remetendo para aprovação pela Assembleia Municipal.

Cofinanciado pelo Programa Operacional Regional do Norte 2014-2020 (Norte 2020), o projeto “Da Serra d’ Arga à Foz do Âncora” constitui-se como uma mais valia e um passo importante para a valorização da Serra d’Arga, cuja paisagem resulta da interação harmoniosa entre o ser humano e a natureza, evidenciando, simultaneamente, grande valor estético, ecológico e cultural. A sua execução permitiu confirmar e justificar, do ponto de vista científico, a enorme riqueza dos valores em presença na Serra d’ Arga, descobrir valores, identificar suscetibilidades e potencialidades que reforçam a necessidade de conservar e valorizar este território do ponto de vista da natureza e da biodiversidade, mas também do ponto de vista da sua dinamização socioeconómica.

A aprovação de integração de Vila Nova de Cerveira na Associação de Municípios é suportada por um Acordo Constitutivo, que resulta deste compromisso em agir de forma integrada, considerando uma perspetiva holística do território, com o objetivo de implementar um programa de ação capaz de compatibilizar a proteção do património natural e cultural com o desenvolvimento económico e a qualidade de vida das populações, orientado por princípios de sustentabilidade e inclusão social.

Pretende-se que a atuação na área abrangida pela Serra d’Arga se alicerce numa dinâmica supramunicipal de cooperação e complementaridade, conducente à promoção de uma identidade territorial a uma maior capacidade de captação e aplicação de investimento, atendendo aos objetivos de conservação e valorização da área e a melhoria das condições de vida das populações locais.

Após aprovada por unanimidade em reunião de câmara, a proposta vai ser remetida para discussão e aprovação pela Assembleia Municipal.

Print Friendly, PDF & Email
Me gusta
Me gusta Me encanta Me divierte Me asombra Me entristece Me enfada